top of page

Dia Mundial do Meio Ambiente: Flores fala das ações pela preservação

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado anualmente em 5 de Junho. A data começou a ser celebrada em 1972, com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente, e alertar o público e governos de todo o mundo sobre a importância de estarmos atentos aos perigos que ameaçam nosso planeta.

A Flores, por questões de princípios e filosofia empresarial, já adota, há 14 anos, postura voltada para os cuidados com o meio ambiente. Entre as ações desenvolvidas, destaca-se o reuso da água. Exigido por lei desde 2011, no Estado do Rio de Janeiro, é realizado pela Flores desde 2004. O reuso de água e também a captação fluvial são responsáveis pela lavagem de cerca de 80% da frota de 652 ônibus da Flores.

A lei estadual 6.034/11 determina que postos de combustíveis, lava rápidos, transportadores e empresas de ônibus urbanos disponham de equipamentos de tratamento e reutilização da água usada na lavagem de veículos. Nesses 14 anos, desde que a Flores iniciou o processo de reuso, a empresa economizou 954 mil m3 de água, o suficiente para encher 381 piscinas olímpicas, e diminuiu também os custos, já que em um ano de implantação, o investimento já havia sido pago.

A água utilizada na lavagem dos carros é tratada em uma estação própria, que utiliza processos de floculação, decantação, higienização e filtragem. Além disso, em toda a área onde é realizada a limpeza dos ônibus e no pátio externo da empresa, a água da chuva é captada e passa pelo mesmo processo.

Além do reuso, a Transportes Flores investe em outras maneiras de preservação do meio ambiente, como o programa Mais Com Menos, que promoveu várias ações para o uso sustentável da água, entre elas: a utilização dos redutores de vazão; a troca de torneiras e descargas; o controle das mangueiras, e o fim do uso de esguicho de água para varrição de pisos.

Outro exemplo é a redução de impressões de documentos e fotocópias, promovendo a diminuição do uso de papel e energia. Em dois anos, 126 mil folhas de papel deixaram de ser utilizadas, a partir da otimização e digitalização dos processos internos.  Já a campanha de economia de energia teve como base a conscientização dos colaboradores.

Komentar


bottom of page