top of page

Direção e Celular combinação perigosa e fatal

Quando o assunto é direção, a segurança deve vir sempre em primeiro lugar. Mas nem sempre é o que vemos quando saímos às ruas. Por mais que existam diversos fatores que possam causar acidentes envolvendo veículos, o principal deles é o descuido dos motoristas. E o uso do celular no trânsito é uma das maiores causa de colisões e atropelamentos atualmente nas ruas e estradas brasileiras. De acordo com o Detran, o uso de celulares no trânsito aumenta em 400% o risco de acidentes.

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) constatou, através de pesquisa, que a utilização dos aparelhos celulares ao volante é a terceira maior causa de fatalidades nas vias do País, ficando atrás apenas das mortes ocasionadas por condutores que consumiram álcool antes de dirigir e daquelas que tiveram como causa o excesso de velocidade. São cerca de 150 óbitos por dia e quase 54 mil por ano, provocados pela utilização indevida do aparelho na hora de dirigir. O estudo mostra que as reações dos motoristas ficam até 35% mais lentas enquanto estão usando o celular ao volante.

Segundo a Abramet, as pessoas gastam entre 8 e 9 segundos para atender a uma chamada telefônica – entre ouvir a chamada, localizar o celular, pegar, desbloquear e atender. Se o motorista estiver a 80 km/h, por exemplo, ele vai percorrer quase duas quadras desatento em relação ao trânsito. No caso de mensagens de texto, de acordo com a Associação, o tempo gasto para responder uma mensagem básica é de 20 a 23 segundos. Se o condutor estiver a 60 km/h, vai percorrer quase quatro quadras dividindo a atenção entre o trânsito e o celular. Dificilmente não vai encontrar um obstáculo pela frente.

O tema “Direção e Celular” será um dos assuntos de destaque na Ação JAL. Abaixo, algumas orientações importantes:

É proibido:

  1. Dirigir falando ao celular

  2. Dirigir segurando o aparelho

  3. Dirigir manuseando o telefone celular, ou GPS afixado no painel

  4. Dirigir usando fones de ouvido

O que é permitido:

  1. Olhar o GPS ou o Celular afixado no painel para orientação no trânsito. Se for necessário manusear o equipamento, é preciso estacionar o carro.

Pelo Código de Trânsito Brasileiro, o motorista deve dirigir sempre com as duas mãos no volante, com exceção apenas para fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha ou acionar equipamentos do veículo. A infração por uso do celular na direção, antes considerada média, passou a ser gravíssima em 2016, com multa de R$ 293,47. O infrator recebe sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação por falar ao celular, sendo que o acúmulo de 20 pontos em 12 meses resulta na suspensão do direito de dirigir.

Então, em vez de se preocupar apenas com o valor da multa e os pontos na Carteira Nacional de Habilitação por falar ao celular, pense na sua segurança e na dos demais usuários do trânsito.

Posts recentes

Ver tudo

Dia do Rodoviário

Neste mês de julho comemora-se o Dia do Rodoviário (25). Para celebrar a data, o Grupo JAL fará homenagens aos rodoviários, com postagens dos colaboradores em suas redes sociais: Twitter, Facebook e I

Comments


bottom of page